Todo empresário ou consultor em seus momentos de” insight” questiona: Qual deveria ser o melhor modelo de gestão de uma empresa, com tantos por ai e ainda mais que dê resultado. Sou gestor de qualidade e venho estudando o assunto durante anos e como critico por natureza questionando diversos.O modelo de gestão baseado em programas de qualidade e produtividade, buscando sua excelência é um dos que mais me agrada, devido à posição de exigir um comprometimento da liderança no processo de implantação linkados aos produtos e serviços da empresa. Essa liderança tão fundamental deve ser competente e estratégica, objetivando atingir o proposto em planejamento pela empresa, como até a sua própria missão. Isso proporciona a sua sustentabilidade e sobrevivência  num mercado altamente competitivo. Muitos esquecem que a empresa existe e sobrevive em função da existência de clientes, cliente sempre será o Rei. Por isso, o foco deverá ser sempre os clientes. O empresário moderno vive em busca de informações e novidades de mercado, deixando a operacionalidade para os seus colaboradores. Os modelos não são e nunca serão receitas de bolo, o que se disponibiliza  são conceitos, atitudes e instrumentos que deverão ser bem utilizados pelo líder e seus comandados. As complexidades empresariais nos impõem a postura flexível, nos levando a mudanças constantes, pois a empresa é um ser vivo. Situações diferentes requisitam atitudes diferentes, torna-se impossível uma empresa adotar um modelo rígido e fixo, tem a obrigação em função das mudanças  a atitude de ser flexível. Reengenharia, Gestão Estratégica, Gestão pela Qualidade Total,Gestão por Competências, são formas que você adota mais no exercício percebe que se faz necessário, mudanças na forma de gerenciar para se adaptar.

Seja  qual for o modelo adotado, é necessário observar e empregar os seguintes fundamentos de excelência, sem os quais não obteríamos sucesso:

  • Pensamento e Visão Sistêmica – A empresa é um conjunto sistêmico, tudo se intercala.  A interdependência é um fato real, não somente no ambiente interno como no externo;
  • Learn by Learn Organizacional – A empresa como um todo tem que viver um constante  aprender, que seja por meio de percepção, reflexão,avaliação ou compartilhamento de experiências, é exigência básica;
  • Inovação – A empresa tem que promover a cultura da inovação, pois assim, cria um  ambiente favorável a criatividade, experimentação e implementação de idéias, como isso, gera diferenciais;
  • Liderança – O exercício da liderança é fundamental para o seu sucesso. Motiva as pessoas, facilita o desenvolvimento da cultura da excelência, gera relações de qualidade, é uma fonte inspiradora para os colaboradores;
  • Orientação por processos – A compreensão e segmentação do conjunto de atividades e processos da empresa que agreguem valor, permitindo a tomada de decisões e execução de ações, baseadas  na  medição e análise de desempenho, através das informações disponíveis, considerando os prováveis riscos calculados;
  • Visão de Futuro – Super importante para a empresa e seus colaboradores, pois permite aos mesmos a compreensão dos fatores que afetam a empresa, seu ecossistema, além do ambiente externo no curto ,médio e longo prazo, buscando a sua perenização;
  • Valores – A geração de valores nos leva ao alcance de resultados consistentes, nos  assegurando a nossa visão de perenidade, isso aumenta sensivelmente o nosso valor tangível e intangível;
  • Pessoas  – Vivemos um momento especial o de reflexão relativa a questão da humanização empresarial. A valorização das pessoas, permitindo-as o seu desenvolvimento, procurando maximizar seu desempenho, levando-as a coisa mais demandada pelos empresários
    atuais: o comprometimento. Obtém-se ainda o desenvolvimento de competências e o exercício do empreendedorismo;
  • Conhecimento do Cliente e do Mercado – Vivência com o cliente, buscando entender seus anseios, desenvolvendo assim seus valores de forma sustentada.tornando-se assim mais competitivo;
  • Parcerias – O desenvolvimento de parcerias é essencial entre empresas e instituições, objetivando o compartilhamento de benefícios para ambas as partes: Consórcios, APL,Centrais de Compra,Etc;
  • Responsabilidade Social – Ética e transparência não podem faltar nas empresas e entidades contemporâneas, principalmente nas relações e inter-relações. Devemos preservar os recursos ambientais e culturais, respeitando as diversidades e promover a redução das desigualdades sociais, isso é estratégia.

 Para finalizar, entendo que você empresário deve tentar colocar esse modelo em prática em sua empresa, você deve demonstrar e estar comprometido, só assim seus colaboradores o irão seguir e os resultados não tardarão a aparecer, isso não é ficção é realidade.